Planárias poderão substituir mamíferos para alguns testes de toxicologia

16/07/2015 15:15

Guerra química

Diariamente somos expostos a milhares de novos compostos potencialmente tóxicos, desde pesticidas a cosméticos e aditivos alimentares. Testar a segurança desses novos produtos químicos tornou-se um problema crescente, devido ao grande uso de animais como ratos de laboratório e mesmo cães.

Por isso, estão sendo feitos muitos esforços para substituí-los por alternativas que empregam desde cultura de células até animais mais simples, como o pequeno peixe-zebra (paulistinha), permitindo aos pesquisadores rastrear milhares de potenciais toxinas mais rapidamente e a um custo reduzido.

Vermes chatos, ou platelmintos, de água doce, podem se tornar as vedetes nessa guerra. Cientistas da Universidade da Califórnia, San Diego, EUA, descobriram que as planárias podem ser muito úteis para se prever a resposta do sistema nervoso humano aos produtos químicos tóxicos. Os pesquisadores publicaram suas descobertas na edição atual da revista Toxicological Sciences.
(more…)

Tags: cérebroMétodos AlternativosPrevençãoToxicologia