Os bloqueadores alfa-adrenérgicos ajudam a expelir cálculos renais grandes

05/12/2016 17:57

Grandes pedras renais causam muita dor Foto: Mário Brasil / Agencia RBSEstima-se que 12% dos homens e 5% das mulheres terão sintomas de cálculos renais pelo menos uma vez durante suas vidas, causando dor, algumas vezes falta no trabalho e, muitas vezes, um bocado de gasto de dinheiro. Destes pacientes, cerca de dois terços vão precisar mais do que apenas tomar bastante água extra para por a pedra para fora.

Por isso, os médicos desejam muito encontrar opções não cirúrgicas para ajudar. Se a passagem de cálculos renais for facilitada sem cirurgia, os pacientes sofrerão menos dor e riscos adicionais. Custando também menos para o sistema de saúde.

Os guias médicos modernos recomendam o uso de drogas chamadas alfa-bloqueadores para facilitar a passagem de pedra. Estes incluem fármacos tais como tamsulosina, disponível como medicamento genérico, e um estudo publicado on-line em 1º de dezembro no jornal científico BMJ, confirma a eficácia destes medicamentos.

COMPARANDO PESQUISAS

Os pesquisadores agruparam 55 estudos comparando alfa-bloqueadores com placebo, ou controles. Eles consideraram tanto o tamanho da pedra como sua localização no sistema urinário, em 5.990 sujeitos, para ver se algum desses fatores poderia contribuir para o sucesso em expelir a pedra. Então eles descobriram que os bloqueadores alfa-adrenérgicos são sim efetivos em eliminar pedras, mas o benefício é mais relevante em pacientes com cálculos renais grandes.

Na verdade, com o uso de um bloqueador alfa, a chance é 57% maior para a passagem de pedras grandes, mas nenhum benefício foi encontrado quando as pedras eram menores. Já a localização, seja no trato urinário alto ou baixo não fez diferença, nem o tipo de medicamento alfa bloqueador utilizado. Podendo ser utilizado também a prazosina, um dos alfa-bloqueadores mais antigos e baratos do mercado.

POR QUE FUNCIONAM?

Estes dados ajudam a identificar melhor os pacientes que podem se beneficiar do uso de alfa bloqueadores, sendo importante considerar o tamanho da pedra quando se decide prescrever esses medicamentos para pacientes com cálculos renais.

Carlos Rogério Tonussi